Cabernet Literário

Sobre livros e vinhos

Leia sem moderação, beba com sabedoria.

Sugestões de livros

Divirtam-se entre um gole de vinho e uma página de livro!

Cabernet Literário

Entre as árvores, o sol iluminava a trilha, um caminho a ser seguido. A mata fechada, o ruído dos animais e o cheiro de floresta transmitiam conforto; eucalipto, frutas silvestres, terra, madeira.

A trilha segue vazia e termina em uma pedra, por onde uma fenda leva a uma caverna. Lá dentro, o frescor da água corrente de um riacho subterrâneo alivia o calor e nas paredes, a característica rupestre remete a uma viagem no tempo. São os símbolos que representam os primórdios da escrita, figuras que dão significado ao mundo, comunicando uma sequência de acontecimentos e uma história.

A história do vinho, assim como a escrita, nos faz conhecer a jornada de nós mesmos como seres humanos. A mitologia do vinho foi gravada em pinturas e esculturas, mais tarde em obras de arte, contando lendas e desvendando mistérios de nossa psicologia rudimentar, aquela que ainda selvagem, permanece guardada em nosso subconsciente.

Nas caves, barris de madeira guardam um vinho que traz memórias de uvas extintas, mesmo assim, ainda de cor rubra, desabrocham aromas que remetem à terra, à madeira, à origem, ao feminino intuitivo e fértil que há em nós. Por isso o cheiro de mato e terra nos atraem, pois nos transportam aos antepassados que deram vida ao mundo de hoje.

Na profundidade envolvida em pedras, encontramos nossos próprios desejos e fantasias, transbordando para as palavras cada gota de sentimento e significado.

Cuidando desta caverna, descobrimos sabores e aromas, que identificamos no vinho, trazidos do terroir onde a uva foi cultivada, da Terra, nossa mãe fértil que nos leva nesta viagem, até o desembarque.

Nota de apreciação:

Cabernet significa homem das cavernas. A uva cabernet sauvignon é dura, difícil de domesticar, mas também se adapta à diferentes terroir e sua casca grossa dificulta o ataque de pragas.

A cabernet sauvignon é um cruzamento da cabernet franc com a sauvignon blanc. Sauvignon significa selvagem, por isso o conjunto deu nome à casta tão conhecida entre os enófilos.

Terroir é o conjunto de características de uma região e que dão identidade ao vinho, como o solo e o clima.