O Iluminado e um cabernet sauvignon

Compre seu livro O Iluminado aqui:

Em uma noite chuvosa, sentei-me na sala com o abajur aceso para ler um livro, foi quando o frio e a chuva me induziram  a abrir um vinho chileno. Servi o líquido rubro na taça e voltei a me sentar com o livro no colo. Nele, Jack Torrance brigava com sua máquina de escrever, enquanto a neve bloqueava o acesso ao Hotel Overlook, localizado nas montanhas do Colorado. Após um momento tenso e sem nenhum contato com o mundo externo, Jack atende aos comandos que invadem sua cabeça.

Dei um gole no vinho, sentindo a robustez da cabernet sauvignon e o suspense da cena se misturarem no meu paladar.

Percorrendo os corredores vazios, cobertos por um carpete antigo, todo trabalhado, Jack corre com o machado na mão, seguindo as ordens que chegam à sua mente perturbada. Tais ordens recebidas do Overlook, hotel com vida própria, o estimulam a matar sua esposa e seu filho Daniel, que viu várias vezes a palavra REDRUM (MURDER) escrita no espelho do banheiro.

Ao meu lado, a chuva bate no vidro da janela e a escuridão não permite ver nada.

 

Livro e vinho apresentam corpo definido, me envolvendo e despertando os sentidos, com taninos e acidez bem presentes, não deixando que eu me esqueça deles tão cedo!

Recomendo a experiência!

Ah, se puder, prepare uma pipoca com páprica ou pimenta do reino, com certeza irá aguçar ainda mais seus sentidos.

 

Livro: O Iluminado, Stephen King

Vinho: Cabernet Sauvignon, Concha y Toro.